COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO (CPA)

 

1 Apresentação

A Comissão Própria de Avaliação – CPA, instituída pela Lei Federal nº. 10.861, de 14 de abril de 2004, que implantou o Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior. Ela é  a responsável pela autoavaliação institucional. Com atuação interna na instituição de acordo com a Lei nº 10.861 (Lei do SINAES), a CPA é integrada, em equivalência, por representantes de segmentos da comunidade acadêmica (docente, técnico-administrativo e discente) e da sociedade civil organizada, conforme Regimento Interno da CPA.

A CPA conduz a autoavaliação com autonomia em relação aos conselhos e demais órgãos colegiados, buscando demonstrar a realidade da IES, enfatizando as potencialidades e as oportunidades de melhoria.

  Na FDCI, a CPA é responsável pela condução dos processos de avaliação internos da Faculdade, pela sistematização e prestação das informações a serem solicitadas pela Comissão Nacional de Avaliação do Ensino Superior - CONAES, possuindo atuação autônoma em relação ao Conselho Superior/Colegiado de curso.

 

2 Finalidades

 

Conforme parâmetros do SINAES, a FDCI assumirá como finalidades essenciais da avaliação institucional:

  1. Explicitar a responsabilidade social da educação superior, especialmente quanto à formação da cidadania e ao aprofundamento dos valores democráticos;
  2. Superar meras verificações e mensurações, destacando o significado das atividades institucionais, não apenas do ponto de vista acadêmico, mas também quanto aos impactos sociais, econômicos, culturais e políticos, valorizando a solidariedade e a cooperação e não a competitividade e o sucesso individual.

A comissão realiza reuniões com os membros que dela participam, registrando-as por meio de atas. Além disso, anualmente, a CPA elabora o Relatório de Autoavaliação Institucional (RAI), com todas as atividades realizadas durante o ano-base, como: sensibilização e engajamento da comunidade acadêmica; apropriação dos resultados da autoavaliação; metas e estratégias para desenvolvimento da IES e levantamento das melhorias realizadas.

A CPA é um órgão interno da FDCI que tem por finalidade oferecer melhorias na qualidade da educação superior, orientar a expansão da sua oferta, aumentar permanentemente a sua eficácia e efetividade acadêmica e social. Visa também à promoção do aprofundamento dos compromissos e responsabilidades sociais por meio da valorização da missão da FDCI, dos valores democráticos, do respeito à diferença e à diversidade e da afirmação da autonomia e identidade institucional.

3 Atribuições

A CPA tem como atribuições:

  1. Continuamente, rever, elaborar e aprovar o seu próprio regulamento;
  2. Conduzir os processos de avaliação interna;
  3. Sistematizar e prestar informações relativas à Avaliação da FDCI, solicitadas pelo INEP, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES;
  4. Constituir grupos temáticos ou focais voltados para a avaliação de cada uma das 10 Dimensões estabelecidas;
  5. Elaborar e analisar relatórios e pareceres e encaminhar às instâncias competentes;
  6. Desenvolver estudos e análises visando ao fornecimento de subsídios para a fixação, aperfeiçoamento e modificação da política de avaliação institucional;
  7. Propor projetos, programas e ações que proporcionem a melhoria do processo avaliativo institucional.

            O papel da CPA é avaliar com responsabilidade o processo educacional, envolvendo toda a comunidade acadêmica, além de seus funcionários. A finalidade básica da Comissão Própria de Avaliação é de promover uma auditoria interna em todos os segmentos da instituição com base nas dez dimensões exigidas pelo CONAES/INEP, tomando como base também a Avaliação Institucional.

A autoavaliação é um processo que está integrado ao planejamento institucional da FDCI, ocorrendo de forma sistêmica e participativa. Ela possui cinco eixos:

 

Eixo 1- Planejamento e avaliação institucional

Eixo 2- Desenvolvimento Institucional

Eixo 3- Políticas acadêmicas

Eixo 4- Políticas de Gestão

Eixo 5- Infraestrutura Física

 

            As atividades da CPA são bastante amplas. Vão desde a sensibilização da comunidade acadêmica quanto à importância da avaliação, passando pela pesquisa de métodos de avaliação eficientes até o gerenciamento e aplicação dos métodos avaliativos e o processamento e divulgação de seus resultados.

           

4 Autoavaliação

 

            A ação da CPA é entendida pela comunidade FDCI como um momento de reflexão e impulso fundamental para que a faculdade consiga diagnosticar suas fragilidades e seus pontos fortes. Após a coleta e tratamento dos dados a Comissão apresenta um Relatório Anual de Avaliação Institucional para a gestão daIES e para o INEP.

            As informações apreendidas a partir da autoavaliação são organizadas em relatórios anuais nos quais possibilitam identificar os pontos positivos e de melhorias da Faculdade.
            Neste contexto, as ações efetivas e desenvolvidas pela CPA permitem a redefinição de prioridades com base no planejamento e no marco referencial de qualidade educacional.

            Com uma gestão democrática, a CPA da FDCI é formada por representantes do corpo docente, discente, técnico-administrativo e sociedade civil, com o mesmo peso para as quatro categorias. Tem o desafio de implantar um sistema de avaliação que respeite a identidade da Instituição e que abranja as diferentes dimensões do ensino, da estrutura e do espaço físico.

            Para isso, tem ampliado as discussões internas e conta cada vez mais com a participação de toda a comunidade acadêmica no processo de avaliação, cujos resultados da avaliação poderão beneficiar a instituição em diversos aspectos, os alunos e futuros alunos, o corpo docente, o CTA e a sociedade como um todo.

 

 

COMPOSIÇÃO DA CPA DA FDCI

REPRESENTAÇÃO

 Maria Deuceny da Silva Lopes Bravo Pinheiro

Corpo Docente

 (Coordenadora da CPA)

Maria Rosemary Daltio

Corpo Técnico Administrativo

Adílio Domingos dos Santos Neto

Sociedade Civil Organizada

Luiza Gava Andrêza

Corpo Discente


Avaliação Docente 2024/1
1º Periodo  3º Periodo  5º Periodo  7º Periodo  9º Periodo 

Documentos

- Projeto de Autoavaliação 2021-2023
- Regulamento da CPA
- Relatório da CPA 2018-2020 Triênio
- Relatório da CPA 2021
- Relatório da CPA 2022


Portaria de nomeação da CPA e legislação referente

Lei 10.861

Portaria 2.051

Instrumento de Avaliação Externa

Legislação